O outro lado do Iphone 5.

Li hoje uma matéria bastante interessante que narra a saga de um repórter chinês infiltrado na fábrica da FoxConn, que fabrica o novo e bombado Iphone 5 ,  e também itens como Ipad e XBox360.

O repórter conta como foram os 10 dias que passou lá dentro e um pouco do processo seletivo para trabalhar na linha de fabricação do aparelho.

A matéria conta que tudo começa com um teste composto por perguntas pra sacar suas faculdades mentais, (acho que aí, eles conseguem identificar os funcionários com baixa autoestima, e aqueles mais acomodados). Depois disso o cara começa a passar pelos dias de experiência, e um treinamento hard. Os dormitórios, segundo o repórter, são assustadores, não ofereciam condições mínimas de conforto, e tudo era muito sujo e fedido.

 

Logo pela manhã os funcionários são encaminhados para um refeitório lotado, e assim que terminam o café da manhã, são obrigados a assinar um contrato, com termos bem claros e pesados sobre a confidencialidade das informações que correm alí dentro, mas que  não comenta nada sobre horas extras, salubridade ou mesmo acidentes de trabalho.

 

O repórter infiltrado comenta que durante o treinamento as pessoas são muito mal-tratadas por seus superiores, com gritos, ordem abusivas e uma série de coisas que deixariam qualquer advogado trabalhista muito feliz com a causa. Para vocês terem ideia existe um espaço na fábrica onde os funcionários vão na hora do descanso para gritarem e extravasar todo o stress acumulado nas horas de trabalho.

Os novatos só vão para a linha de produção do Iphone 5 no oitavo dia de trabalho, e antes de entrarem na sala onde tudo acontece, passam por uma minuciosa revista:  nenhum objeto de metal pode entrar na sala, nem brincos, nem cintos, muito menos celulares ou qualquer outro objeto eletrônico. Um funcionário chegou a ser demitido pois estava com um cabo usb no bolso.

Com a truculência de sempre os supervisores mandam os funcionários entrarem, sentarem na sala e apenas obedecerem as ordens dadas. Os caras passam o dia inteiro trabalhando, tendo apenas um intervalo às 23 hrs para jantar e voltar ao trabalho à 00 hrs. Ele conta que quando as salas estavam sem os supervisores os funcionários socavam os aparelhos nas esteiras.

 

Os funcionários da FoxConn ganham cerca de 4 reais por hora extra trabalhada (mesmo as horas feitas na madrugada). O repórter largou tudo pra trás no décimo dia de trabalho, e disse que a experiência marcou muito sua vida.

Relatos como estes já foram feitos sobre outras grandes marcas pelo mundo, e aqui mesmo no Brasil. O mais impressionante disso tudo, é pensar que em um ambiente onde está sendo fabricado um dos aparelhos mais tecnológicos e modernos do mundo, também é o espaço onde pessoas são escravizadas e tratadas como máquinas.

Minha questão aqui é, qual o nosso papel quanto pessoas da área de comunicação, pessoas de marketing? Como devemos agir quando descobrimos que grandes empresas amadas pelo mercado, contribuem para este tipo de trabalho ? Nosso papel é apenas comunicar o lado bom das coisas, o lado maquiado ? Quanto tempo ainda teremos que conviver com este tipo de realidade ?

Quer conhecer mais sobre a história do iPhone? Aqui.

 

Fonte.

24 comments

Você vai gostar desses posts

  • Luiza

    pode postar a fonte e da onde veio este repórter?

  • http://www.facebook.com/daniel.s.lucas Daniel S. Lucas

    onde tu leste esta matéira?

  • Luiza

    pode postar a fonte da sua matéria por favor Thiago?

    • http://www.facebook.com/AlvesIvan Ivan Alves

      Luiza, a fonte foi inserida no post =)

  • http://twitter.com/ninasantiago_ nina santiago

    por favor, “baixa-estima” NÃÃÃO

  • http://www.facebook.com/yuritupper Yuri Tupper

    Dica: não existe “baixa-estima”, e sim baixa autoestima.

  • http://www.facebook.com/rosy.diga.nao.a.crueldade.contra.os.animais Rosy Claudiano

    A fonte por favor???? Denúncia tem que vir com a fonte, senão as pessoas ficam rodando fake por ai. Não estou desacreditando enm acreditando, preciso da fonte de onde se originou a reportagem para divulgar,

    • http://www.facebook.com/AlvesIvan Ivan Alves

      Rosy, a fonte foi inserida no post 😉

      • http://twitter.com/eduardoh Eduardo Hoffmann

        Ivan. Vc pôs um link para a home do TechTudo. O pessoal (e eu tb) está pedindo é o link da notícia.

  • http://www.facebook.com/kaoannamattos Kaoanna Mattos

    Fonte?

  • http://twitter.com/dimashenkes Dimas Henkes

    A fonte não foi inserida no post :

    • http://twitter.com/dimashenkes Dimas Henkes

      Opa, tava escondidinha!

  • Oliver Miranda
  • Miguel Brito

    È isso mesmo essa matéria já foi publicada num jornal Português, na Época já falaram sobre isso. Nunca fui muito fã da Apple e nunca consegui amar perdidamente qualquer device, seja qual for a marca. As pessoas precisam ver a verdade que existe por de trás das empresas, assim faz a NIKE, a ZARA, e muitas outras que tercerizam a suas produções no Vietnam, Pakistão, etc…etc…etc… O que mais irrita é como as pessoas acreditam nas empresas e nos seus discursos. A coisa tem que ser honesta, falar que os seus processos de fabricação são esses, e muita gente que precisa sofre para faze-los. Compra quem quer compactuar com isso, agora chega de falsa moralidade para agradar o Publico.

  • http://www.facebook.com/thiago.felinto Thiago Felinto

    Brother, normalmente cito o canal do qual tirei a noticia, mas de qualquer forma segue o link para que vc possa conferir tb, espero que tenha ajudade. Mt obrigado
    http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2012/09/conheca-pessima-experiencia-de-um-operario-na-fabrica-do-iphone-5.html

  • Gabriel

    Pode por favor citar a fonte ou o nome do Jornalista?

  • Fernando Minoru

    O tenso é pensar que tudo tem os dois lados da moeda. Se as grandes empresas nao terceirizam, seria impossivel ter as tecnologias que temos hj a um preço acessível. Não estou defendendo a Apple nem Zara, Nike e afins. Mas existe uma reflexão de como a sociedade vive e a escravidão mostrada é parte das consequencias. Do ponto de vista gerencial, provavelmente seria inviável a criação de aparelhos como os da Apple. Condições de trabalho custa caro, e obviamente isso iria refletir nos preços dos produtos que provavelmente se tornariam inviáveis comercialmente. Seria inocencia acreditar que qualquer empresa no globo optaria por não fabricar um produto por que as condições de trabalho da terceirizada nao sao apropriadas. Alguém realmente tem uma solução adequada??Porque criticar tudo e todos é simples xD

    • http://www.facebook.com/deborah.carvalhos Deborah Silva

      cabe a nós reavaliar o que vamos fazer com tanta tecnologia… com certeza quanto mais as relações humanas se deteriorarem mais precisaremos da máquina.

  • http://www.facebook.com/deborah.carvalhos Deborah Silva

    já que o mundo é regido por empresas, nossa maior arma é o boicote. Sugiro que pra completar o grande serviço e coragem de ter postado essa matéria, vocês divulgassem as empresas que NÃO utilizam mão-de-obra escrava. Não tenho iphone mas tenho samsung que deve ser a mesma crueldade.

  • http://www.facebook.com/deborah.carvalhos Deborah Silva

    já que o mundo é regido por empresas, a arma mais poderosa do consumidor é o boicote. Sugiro que, para completar a matéria (e muito obrigada por tê-la postado), vocês pesquisassem as empresas que NÃO utilizam mão-de-obra semi-escrava. Daí os publicitários poderiam escolher melhor suas contas…

  • http://www.facebook.com/deborah.carvalhos Deborah Silva

    e se eu deixar um comentário alienado, prometem não apagar?

  • rafael
  • Matheus
  • dasd

    só lembrando que a FoxConn não faz apenas iPhones, então a culpa não é da Apple!